top of page
  • Foto do escritorRômulo Marques

Investir no agronegócio, é um bom negócio

Atualizado: 24 de nov. de 2020


O Brasil já foi o paraíso das aplicações financeiras. Hoje, no entanto, as aplicações de baixo risco a taxas fixas, como poupança, tesouro direto, CDBs e outras estão pouco atrativas! Assim, esses recursos estão sendo direcionados para mercados de ações, e mesmo investimentos em novos negócios e empreendimentos que proporcionem maior rentabilidade ao capital, apesar dos riscos.


Por outro lado, há uma grande liquidez no mundo. Muito dinheiro a procura de investimentos rentáveis e seguros.


Apenas cerca de 840 mil propriedades rurais das mais de 5,3 milhões existentes no Brasil são competitivas e fizeram a revolução do agronegócio brasileiro.

Dentre esses investimentos, uma atividade que tem atraído investidores é o agronegócio. Segundo o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paulinelli, apenas cerca de 840 mil propriedades rurais das mais de 5,3 milhões existentes no Brasil são competitivas e fizeram a revolução do agronegócio brasileiro transformando o Brasil no maior produtor e exportador mundial de alimentos, fibras e energia, nos últimos 50 anos. Mas ainda restam cerca de 4,5 milhões de propriedades rurais que precisam se modernizar sob pena de desaparecerem ou mudarem de donos.


E aí está uma grande oportunidade de negócios para aqueles que querem investir no agronegócio, seja adquirindo essas fazendas e ou associando-se aos atuais proprietários.


A industrialização desses produtos de modo a agregar valor à produção é outro campo enorme a explorar. Ou seja, ao invés de exportar milho e soja vamos incrementar a exportação de proteína animal (suínos, aves e bovinos), processados e industrializados. Da mesma forma o café, e outros produtos.


Vão surgir excelentes oportunidades de negócios na infraestrutura, no fornecimento de insumos, principalmente defensivos e fertilizantes, na pesquisa, na Assistência técnica, no crédito orientado, na prestação de serviços, no fornecimento de máquinas e equipamentos, e inúmeras outras oportunidades nas diversas cadeias produtivas do agronegócio.


Até 2050, quando nossa produção deverá passar das atuais 250 milhões de toneladas para 620 milhões de toneladas, com um faturamento de 1 trilhão e trezentos milhões de dólares.

O Brasil é o único país do mundo, em área disponível e em tecnologia capaz de suprir a crescente demanda por alimentos, fibras e energia até 2050, quando nossa produção deverá passar das atuais 250 milhões de toneladas para 620 milhões de toneladas , com um faturamento de 1 trilhão e trezentos milhões de dólares.


E a PROPEC, com seus 44 anos de existência na elaboração de projetos, consultoria e assessoria na compra e na venda de propriedades rurais está apta a orientá-lo nessa imensa oportunidade de negócios.


Entre em contato com a gente, podemos ajudar você a fazer bons investimentos.

14 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page